terça-feira, 24 de abril de 2012

EDUCAÇÃO INCLUSIVA, COMPROMISSO E UM PROJETO INTELIGENTE


Recebi em primeira mão a divulgação do Projeto Diversa, realizado pelo Instituto Rodrigo Mendes em parceria com muitos atores sociais, dentre eles o Ministério de Educação.

Utilizando inteligência e sensibilidade, o projeto envolve diversas escolas que estão fazendo educação inclusiva. Eles vão até a escola e gravam sua experiência, para divulgar e multiplicar.

Gostei também do Observatório http://www.diversa.org.br/gestao-publica/ As secretarias municipais de educação enviam um plano de ações e o Diversa monitora sua realização. Alguns já estão bem avançados, enquanto muitas escolas não realizaram nada ainda. Você pode acompanhar as ações em um mapa do Brasil, que possibilita a escolha das escolas da sua região, e inclusive dá opções de ação voluntária para quem quer ser voluntário ou ator social de uma causa integradora e ética.

Fico mais orgulhoso em saber que um ex-aluno, hoje profissional de primeira linha, está por detrás desta iniciativa. Não há gratificação maior para um professor. Valeu, Augusto!

Passeiem pelo site http://www.diversa.org.br/

sexta-feira, 20 de abril de 2012

TRABALHO, DEPRESSÃO E O AUTOR DO BLOG NO BRASIL DAS GERAIS



No dia primeiro de maio, participarei do prestigiado programa Brasil das Gerais, na TV Minas Educativa e na internet. Ele é organizado pela bela e perceptiva Roberta Zampetti, há mais de quinze anos.

O tema do dia do trabalhador é "Trabalho e Depressão". Fomos quatro entrevistados, em um clima de diálogo franco. A produção do programa trouxe algumas matérias interessantes envolvendo peritos do INSS, trabalhadores com depressão, opinião pública sobre a depressão no trabalho e uma surpresa ao final do programa que não vou estragar!

A literatura aponta o estresse ocupacional ou laboral como antecedente da depressão no trabalho e a doença ou suicídio como consequentes se nenhuma medida for tomada por trabalhador e organização.

Há muitas coisas que podem ser feitas pela organização, e hoje, felizmente, o estresse está sendo considerado pelo INSS para fins de licença, o que leva muitos empresários a fazerem programas preventivos, que podem diminuir taxas de depressão. No caso dos trabalhadores de enfermagem, um estudo em Minas Gerais mostrou que 40% dos transtornos mentais diagnosticados estavam associados ao trabalho. A população em geral apresenta taxas entre 5 e 10% de pessoas com depressão, mas a população feminina com este transtorno pode chegar a 15%. Nos estudos com trabalhadores de enfermagem, a média de prevalência da depressão é de 28%!

As ações propostas para o combate à depressão são:

1. Programas de atenção à saúde do trabalhador (36%)
2. Gerenciamento adequado do trabalho (18%)
3. Gerenciamento da depressão (18%)
4. Treinamento de chefias e superiores (18%)
5. Promoção de clima de trabalho favorável (6%)

(Fonte: Manetti e Marziatti, 2007)

Se não puderem assistir diretamente na TV Minas, no dia primeiro às 19:00 horas, confiram no seguinte endereço: http://www.redeminas.tv/ ou nas redes sociais http://www.facebook.com/#!/brasildasgerais

 .