quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

CRP-Brasília pressiona IPEA a aceitar Psicólogo Organizacional



O Institudo de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) lançou um edital de concurso no qual havia vagas para Gestão de Recursos Humanos (possivelmente dentro o cargo Técnico de Desenvolvimentos e Administração). No edital original estas vagas estavam reservadas para administradores.


O CRP-01 enviou ofícios esclarecendo sobre o papel do Psicólogo e solicitando a alteração do edital. O Conselho Federal de Economia ajuizou uma ação civil pública devido a irregularidades no cargo de Técnico de Planejamento e Pesquisa.


Como consequência, o IPEA anunciou alteração das exigências das vagas e a reabertura das inscrições.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Nova Lei regula comprovação de experiência em seleção profissional


Foto 1: Lula lança novo modelo de carteira de trabalho (Fonte: Zero Hora)
Nas comemorações do dia do trabalhador do ano corrente, o Presidente Lula divulgou a nova lei que foi adicionada à Consolidação das Leis do Trabalho. O texto da lei é o seguinte:

“Art. 442-A. Para fins de contratação, o empregador não exigirá do candidato a emprego comprovação de experiência prévia por tempo superior a 6 (seis) meses no mesmo tipo de atividade.”
A lei tem por finalidade a inclusão no mercado de trabalho. É conhecida a prática de exigência, por parte de empregadores, de dois anos de experiência, sem que realmente haja qualquer estudo ou evidência que comprove a necessidade deste tempo para o desenvolvimento de "competências de acesso" ao cargo.
Qual será a pena para quem descumprir a lei? Não se encontra esta informação no texto da mesma. Parece que se alguém mover uma ação judicial, o estabelecimento da pena ficará por conta do judiciário.
Os estudos internacionais sobre critérios de seleção têm mostrado que há baixa associação estatística entre experiência e desempenho ou experiência e aprendizagem, contudo, duvido que o Presidente aceite fazer uma cirurgia cardíaca com um médico que tenha concluído sua residência há seis meses. (E olha que a residência embute dois ou três anos de experiência na formação deste profissional...)